Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Penelope Cruz’

A Vanity Fair fez um ensaio fotográfico com a parcerias entre diretores/atores que concorrem ao Oscar. Minhas favoritas:

oscarvanityfair1

Darren Aronofsky e Mickey Rourke (The Wrestler)

oscarvanityfair2

Sam Mendes e Kate Winslet (Revolutionary Road)

oscarvanityfair3

Woody Allen e Penelope Cruz (Vicky Cristina Barcelona)

oscarvanityfair4

Christopher Nolan e Heath Ledger (The Dark Night)

oscarvanityfair5

Clint Eastwood e… ele mesmo (Gran Torino)

Anúncios

Read Full Post »

Em uma profusão de imagens lindas, algumas propagandas de coleções de inverno 2008/2009 que me encantaram.

grifes1

Propaganda da grife francesa Sonia Rykiel, com as modelos Irina Lazareanu e Anna Gushina.

grifes2

Propaganda da nova campanha da Donna Karan, com a modelo Vlada Roslyakova, divulgando o novo relógio da marca. Mas com uma foto tão linda, uma modelo tão deslumbrante e uma composição de cores tão perfeita (o que é esse chapéu, meu Deus?), quem presta atenção no relógio, mesmo que seja incrustado de diamantes?

penelopemango1

E, por último, quem resiste a linda e expressiva Penelope Cruz, posando para a nova coleção da grife espanhola Mango?

Read Full Post »

vickycristina2

O novo filme de Woody Allen, Vicky Cristina Barcelona, está fazendo sucesso no Brasil, embora – segundo os críticos – tenha decepcionado o público em sua estréia mundial no Festival de Cannes. Anteontem, 20/11, o filme lotou a sala 1 do Reserva Cultural na sessão das 19h15, e todas as pessoas que já assistiram o filme comprovam que a média de espectadores do novo filme de Woody Allen é maior do que a de outras estréias.

Provavelmente, os motivos para isso são, entre outras coisas, o apelo do elenco – meu Deus, Javier Barden, Penelope Cruz e Scarlet Johanson -, a trama interessante e o clima sensual do filme todo. Como provavelmente todos já disseram, é verdade que Woody Allen apenas mostra a Barcelona turística, padrão, mas isso está longe de ser um ponto negativo do filme – primeiro, porque o foco do enredo é nos relacionamentos, e não na cidade; segundo, porque a intenção é irônica, e o objetivo é mostrar a cidade exatamente como os turistas a vêem.

vickycristina

Achei o roteiro do filme muito bom, divertido na medida certa e com reviravoltas interessantes. A narração em off, ao mesmo tempo que divertida em sua leve ironia e aparente neutralidade, em alguns momentos torna-se inconveniente, quebrando o ritmo que o filme teria se transcorresse sem interrupções. Mas, no todo, não só é importante que ela exista como essencial – a narração final, particularmente, é tão sarcástica em seu veredicto final que é impossível não rir do cinismo charmoso de Woody Allen.

penelopevicky

As atuações são ótimas, embora Vicky, a personagem de Rebecca Hall, tenha me parecido um pouco deslocada em alguns momentos – como se atrama pudesse existir sem maiores problemas apenas com o triângulo amoroso formado por Cristina (Scarlett Johanson), Maria Elena (Penelope Cruz) e Juan Antonio (Javier Barden). Entretanto, todo o elenco some de vez da tela quando a personagem Maria Elena entra em cena – a intensidade de Penelope Cruz, que interpretou muito bem a ex-mulher desequilibrada e artisticamente genial de Juan Antonio, é tão convincente e divertida que o espectador torce para que ela continue na tela até o final do filme. Sem contar que ela está linda, radiante e sexy até mesmo quando está completamente alucinada. Aliás, o filme todo é muito sensual e colorido – dá vontade de fazer sexo fácil fácil. Toda a questão dos relacionamentos amorosos no filme acaba sendo, apesar da aparente superficialidade, bastante inusitada, já que o relacionamento entre Juan Antonio e Maria Elena só não é completamente auto-destrutivo porque existe um terceiro elemento, Cristina.

Adorei os dois últimos filmes do Woody Allen que vi: Scoop e Match PointCassandra’s Dream ainda é inédito para mim -, e realmente acho difícil escolher um favorito. Todos são muito diferentes: Scoop é uma comédia leve, bem feita e com bons personagens – além da volta de Woody Allen como ator; Match Point é um filme espetacular, denso, inteligente e com ótimas atuações; e Vicky Cristina Barcelona tem um ritmo ótimo, diálogos inteligentes e com a medida certa de humor e um elenco com muita empatia. Para mim, é impossível decidir – a única coisa que consigo detectar é que a fase “européia” de Woody Allen está tão interessante que não me importo mais sobre o que será seu próximo filme. Contanto que eu consiga ver logo.

*Aliás, a trilha sonora é ótima. Vale a pena baixar.

Read Full Post »